Televendas: (11) 4479-4040 / 4509-2008 | WhatsApp: (11) 9.5607-1539

Aloina Extrato Seco com 120cápsulas

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

De: R$23,00

Por: R$19,55

Descrição Rápida


LAXATIVO


aloina-etra-seco

Detalhes

 

 

Nome popular: Aloína ou barbaloína

 

Dosagem: 100mg

 

Indicação

 
Constipação intestinal
Também indicado para outras afecções porém não comprovadas clinicamente: dermatite seborreica, ulceras pépticas, tuberculose e infecções fungicas; e redução de açúcar no sangue (glicose).

 

Mecanismo de ação

 
O mecanismo de ação da Aloe é duplo. Ela estimula a motilidade do cólon, aumentando a propulsão e acelerando o trânsito do cólon, o que reduz a absorção de líquidos da massa fecal. Ela também aumenta a permeabilidade paracelular através da mucosa do cólon, provavelmente devido a uma inibição da Na +, trifosfatase K+adenosina ou a uma inibição dos canais de cloro, o que resulta em um aumento no conteúdo de água no intestino grosso.
Os efeitos laxantes da babosa são devidos principalmente à 1, 8-glicosídeos dihydroxyanthracene, aloína A e B (anteriormente designada barbaloina). Após a administração oral aloína A e B, que não são absorvidas no intestino superior, são hidrolisadas no cólon por bactérias intestinais e, em seguida, reduzido para os metabólitos ativos (o principal metabólito ativo é de aloe-emodina-antrona-9), que, como Aloe age como um estimulante e irritante para o trato gastrointestinal. O efeito laxante da Aloe geralmente não é observada antes de 6 horas após a administração oral, e às vezes não, até 24 horas ou mais depois.

 

Contra indicações

 
Assim como acontece com outros laxantes, estimulantes e diversos produtos contendo Aloe, não deve ser usado em pacientes com obstrução intestinal ou estenose, desidratação, atonia severa com depleção de electrólitos, ou crônica constipação. Aloe não deve ser administrado a pacientes com doenças inflamatórias intestinais, tais como apendicite, doença de Crohn, colite ulcerativa, síndrome do intestino irritável, ou diverticulite, ou para menores de 10 anos de idade. Aloe não deve ser utilizado durante a gravidez ou lactação, exceto sob supervisão médica depois de avaliar riscos e benefícios. Aloe também é contra-indicado em pacientes com dores, cólicas, hemorróidas, nefrite, ou qualquer sintoma abdominal não diagnosticada como dor, náuseas ou vômitos.

 

Advertencia

 
Não deve ser utilizada em mulheres grávidas, apresenta atividade abortiva, estimulante do útero e mutagênica.
O uso oral de Aloe em crianças menores de 10 anos é contra-indicada.

 

Toxicidade

 
Os principais sintomas da overdose são diarréia grave, com consequentes perdas de fluidos e eletrólitos. O tratamento deve ser solidário com quantidades generosas de líquido. Eletrólitos, articularmente potássio devem ser monitorizados em todos os pacientes, especialmente em crianças e idosos.

 

Posologia

 
Como um laxante para adultos e crianças acima de 10 anos, indicado de 10-30mg ao dia.

 

Bibliografia

 


http://apps.who.int/medicinedocs/en/d/Js2200e/5.html


(consultado em 07.12.2010)


http://www.essex.ensino.eb.br/doc/PDF/PCC_2008_CFO_PDF/CD23%201%BA%20Ten%


20Al%20C%C9LIA%20CRISTINA%20DA%20SILVA%20MOURA%20GON%C7ALVES.pdf (consultado em 07.12.2010)


http://www2.enq.ufsc.br/teses/m202.pdf


(consultado em 07.12.2010) European Pharmacopoeia 6.2, pag. 3.690.

Informações Adicionais

Código de Barra N/D
Fabricante Não
Princípio Ativo N/D
SAC do Fabricante N/D
Registro MS N/D

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.